Rafael Zafalon
A poesia e a arte sublimam o caos!
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Textos
Vou farrear
Sei que estou insatisfeito
Nada do sonho foi feito
Agora me resta a espera
Aquele medo que dilacera
Sou insatisfeito?
Não há quem dê jeito!
Meu mundo gira
Mas confira
Solstício
Que desperdício
Equinócio
Puro ócio
Pode ser a manguaça
Ou até arruaça
Lembro do alambrado
No velho sobrado
Saberia estar satisfeito
Fosse tudo perfeito
E como não sou paciente
Embora deseje ser onisciente
Vou farrear
Até o sol raiar.
Rafael Zafalon
Enviado por Rafael Zafalon em 02/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários